Esboços & Devaneios #2

Artista desconhecido
Ontem (11 de maio de 2017, para quem ler posteriormente), após ouvir uma determinada música, surgiu uma lembrança. E da lembrança, como um sussurro, uma frase bem simples: Os dedos roçaram sua pele, e cada sinal era como parte de uma imensa constelação. Não é uma boa frase, mas ela ficou ali, por horas e horas. E precisava ganhar forma, um sustento.

A primeira coisa foi decifrar o significado da frase. E é literal: eu queria contar a história de uma garota cuja pele é uma representação do céu estrelado. Eu só estava inseguro quanto ao tom; poderia ser uma pele escura, e inicialmente era o que eu pretendia, contudo esbarrei num problema: os sinais na pele precisam ser o destaque, bem invisíveis, e uma pele negra, por mais que seja linda, não destacaria essa característica.

Então, não poderia ser uma pele negra, mas outra personagem nascerá dessa ideia original, podem ter certeza.

Modelo desconhecida
Com a ajuda de duas amigas, cheguei mais ou menos nos padrões pretendidos: pele clara, com sardas bem distribuídas por todo o corpo.

Modelo desconhecida
Modelo desconhecida
Modelo desconhecida
Modelo desconhecida
 

Modelo desconhecida
Apesar das modelos acima estarem bem próximas do padrão que quero empregar, apenas a primeira tem uma característica importante: os olhos. Olhos acinzentados sempre me atraem; para a personagem que tenho em mente, portanto, seria um ponto que eu não abriria mão, mesmo se tivesse optado pela cor de pele escura.

Embora a personagem (cujo nome já escolhi, mas manterei sigilo por ora) tivesse pele branca, eu não queria nada que a aproximasse do Ocidente. Ao menos não na aparência (e até porque a origem dela é peculiar). Então, ainda na pesquisa para achar o padrão de sinais na pele (vou chamar de sarda logo!), descobri a modelo que precisava.

Alice Ma
Com isso, temos o seguinte perfil de personagem:
  • 1,65m de altura;
  • Pele branca;
  • Cabelos negros, longos e lisos;
  • Sardas por todo o corpo, como um céu estrelado;
  • Aparência asiática;
  • Não é humana, embora aparente ser.
Há ainda o plot, que já está decidido, mas fica para uma próxima.