OpenDyslexic, a fonte (quase) perfeita para disléxicos

Como alguns sabem, possuo um grau moderado de dislexia, o que significa textos ora com formações confusas, palavras trocadas ou repetidas ou até mesmo uma palavra no lugar da outra. Para meu cérebro, tudo está normal e de repente, numa segunda leitura ou na revisão, está lá o maldito "erro". E isso nem é desculpa para que perdoem meus erros gramaticais, beleza?

Mas, recentemente, uma amiga, também escritora, apresentou-me uma fonte gratuita e bastante útil para quem, assim como eu, tem problemas para escrever e ler, já que a dislexia atrapalha: a OpenDyslexic.


A OpenDyslexic é um tipo de letra projetado contra alguns sintomas comuns da dislexia. Se você gosta do jeito que você é capaz de ler esta página, e outros, então este tipo de letra é para você!

A OpenDyslexic é gratuita: usa a licença SIL-OFL, oferecendo liberdade para usá-lo para uso pessoal, comercial, educacional, comercial, livros, leitores de ebook, aplicativos, sites e qualquer outro projeto ou propósito que você precisar.

A OpenDyslexic não deve ser uma cura, uma solução completa, ou algo que você deve aplicar uniformemente a todos: foi destinado a abordar: contraste/cegueira, confusão ou rotação de letras e aglomeração.


Num breve teste, eu achei a fonte deveras confortável, e o tamanho 12 dela é muito grande, porém me deu mais dinamismo na leitura, além de contribuir na escrita. Como faz um bom tempo que evito escrever a mão, desde que a dislexia me faz trocar muita letra na escrita com caneta, foi mais ou menos como conseguir escrever de novo a mão, de maneira mais orgânica. A fonte possui itálico e negrito bem destacáveis, além de todas as acentuações e caracteres especiais padrões, logo teve um cuidado de incluir pessoas de diversos países ocidentais.

Então, fica a dica para quem quiser experimentar, em especial quem possui, assim como eu, algum grau de dislexia.

0 comentários:

Postar um comentário