Livros que li #2: Fevereiro de 2019

Após atrasar um pouco, finalmente vamos ao post correspondente ao mês anterior.

Li menos do que havia lido em janeiro, contudo foi bastante produtiva e com uma diversidade muito bacana.

Como sou meio obsessivo, posto as duas edições de um mesmo livro porque sim.
Lendas, um projeto do Chiaroscuro Studios, foi a primeira leitura de fevereiro. É um bom livro, com ilustrações muito bacanas, assinadas por grandes artistas que prestam seus serviços a casas publicadas famosas, como a DC e a Marvel. Carece um pouco de mais profundidade, contudo a proposta é mais expor os talentos do estúdio do que servir de material profundo para pesquisas mais amplas.

Agora, se você curte H. P. Lovecraft, O Ciclo de Yg é uma excelente pedida. Para quem não sabe, Lovecraft foi ghostwriter, tendo escrito alguns contos encomendados por pessoas que tinham até mesmo uma linha apenas de ideia. Foi o caso das três histórias que compõem esta edição publicada pela Clock Tower. Eu particularmente apreciei bastante A Maldição de Yig, por fugir muito do que estamos acostumados a ler do estranho cavalheiro.

Recentemente, revi a adaptação cinematográfica do clássico Peter Pan, lançada em 2003, então fiquei com muita vontade de ler o original, mas não o tenho ainda em minha estante (uma falta que pretendo corrigir em breve). O jeito foi apelar pra versão escrita pelo Monteiro Lobato. Foi bacana, claro, mas só me fez ficar com mais vontade ainda de ler o original!

E, por fim, concluí a segunda leitura de O ùltimo desejo, que já resenhei aqui, inclusive. Conclua tão maravilhoso quanto foi na primeira vez.

0 comentários:

Postar um comentário