"O Cão Negro": eleito um dos melhores livros de terror de 2018


O Cão Negro foi uma novela fix-up que iniciei sem muita pretensão, em 2012, baseando no meu pavor referente a cães negros. Saí costurando referências de horror e terror aqui e dali, incluindo cenas gore, pegando lembranças de minhas idas à fazenda de meus avós paternos... criando um mosaico variado de histórias interligadas, cujo elemento principal é o espírito de um cão vingativo.

Então o publiquei, após concluir o último conto (na ordem de escrita, não a que acabou sendo adotada, numa edição recente, depois de algumas críticas sobre a sequência de histórias).

E, para minha surpresa, tornou-se um relativo sucesso (não lembro números precisos, mas arrisco que ao menos 3 mil exemplares estejam por aí, entre vendidos, baixados gratuitamente e alugados pelo Kindle Unlimited).

Agora, o site Biblioteca do Terror elegeu meu livro, ao lado de nomes consegrados na literatura de suspense e de terror do Brasil e do mundo, como uma das melhores leituras de 2018! Eu fico realmente muito contente por ter agradado tanto com essa coleção de histórias de horror e suspense.

Para 2019, talvez, venha mais uma história para quem gostou de minha incursão no medo e na violência sobrenatural.


0 comentários:

Postar um comentário